Detentos usam cabo de vassoura e violentam suspeito de estupro na penitenciária de Cucurunã em Santarém



Os detentos que praticaram a violência devem responder por lesão corporal gravíssima.

“A vítima da violência teria sido preso, suspeito de estupro de vulnerável. Ele teria invadido uma casa na ocupação Vista Alegre do Juá, às margens da avenida Fernando Guilhon”.

De acordo com informações da polícia, os próprios companheiros de cela são os autores das agressões que aconteceram desde a segunda-feira (26), dia que o homem foi levado para a central de triagem, suspeito de estuprar duas crianças.
Os detentos teriam se revoltados com o crime cometido pelo homem e passaram a agredi-lo. Na agressão eles teriam usado um cabo de vassoura para violenta-lo sexualmente.
A vítima já passou por atendimento médico e será submetido a perícia.
Tentamos manter contato através de telefone com o diretor da Penitenciária, Coronel Mardock para saber mais informações, porém até o momento dessa reportagem não tinha sido possível. Ele também não respondeu as mensagens de WhatsApp enviada pela nossa redação. 
Os detentos apontados como autores da pratica da violência sexual e das agressões até o momento não tinham sido reconhecidos.
Eles devem responder por lesão corporal gravíssima.
Entenda o caso 
Um homem foi preso no domingo (25), por volta das 5h, suspeito de estupro de vulnerável. Ele teria invadido uma casa na ocupação Vista Alegre do Juá, às margens da avenida Fernando Guilhon.
Segundo a polícia, o homem ameaçou com uma faca, e violentou duas meninas, uma de sete e outra de dez anos.
No momento do crime, as crianças estavam em casa na companhia da avó, que quando percebeu o que estava acontecendo pediu socorro, sendo ouvida pelos vizinhos que seguraram o homem até a chegada da polícia.
Blog do Xarope com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *